sábado, 26 de maio de 2012

O caminho até você


Nas curvas do vento,
Do pensamento,
Viajo distâncias pensando em você.
Não há sofrimento,
Ou movimento,
Que me afaste de ir a você.

Meu coração,
Tem a sensação,
Que na contradição,
Não irá entender.
E essa nossa razão,
É uma mera ilusão,
Toda preparação,
Para poder te ver.

E lá de longe eu te vejo sorrir,
Meu coração não sabe mais,
O que deveria sentir!
E cada passo que dou no caminho,
Minha razão não compreende,
Que aquilo que me prende,
E que só me surpreende,
É o amor que de repente,
Descobri existir!

No nosso tempo distante,
Entendi no instante,
Em que o seu olhar encontrou o meu.
Podem passar os dias,
As palavras vazias,
Eu estou no caminho que você percorreu.

Me dê a mão,
Sinta a paixão,
Doce atração,
Que foi feita para nós.
E a compreensão,
Toda essa tensão,
Faz perder a noção,
De que estamos a sós.

E no calor eu te vejo sorrir,
Meu corpo vibra de prazer,
Já não dá para resistir.
E a cada toque que sinto em nós dois,
Esse amor que só aumenta,
É a magia que inventa,
Nosso beijo a esquenta,
A paixão que movimenta,
Nunca mais vai partir.

Um comentário:

  1. lindaaa poesia meu poeta lindooo, minha razão de viver!!!

    ResponderExcluir